quinta-feira, 19 de abril de 2012

Edificando o lar


Imagem:internet
"A mulher sábia edifica o seu lar, mas a mulher sem juízo, sozinha, destrói a vida de sua família" (Pv 14:1 Bíblia viva).
 "A mulher sábia edifica seu lar, mas a tola o despedaça com as próprias mãos" (Pv 14:1 Bíblia judaica completa).

Depois que me casei eu não entendia muito bem o que era edificar o casamento. E sempre cobrei do meu marido uma postura de liderança para comigo. Mas no fundo eu não dava espaço para ele, pois sempre fui muito proativa devido ao meu histórico familiar. Sempre tive que tomar minhas próprias decisões deste os meus 13 anos.  Quando casei eu o amava, casei apaixonada por ele com muita gratidão por Deus me dar um presente. Minha oração sempre foi que o Senhor me agraciasse com um companheiro que me ajudasse a chegar ao Céu.

Após um ano de casada vieram os conflitos, as diferenças culturais, diferenças de personalidades e temperamentos, diferença na linguagem de amor, os ajustes.  Então tivemos muitas dificuldades para ajustar todas essas diferenças em nosso casamento. Graças a Deus, sempre pedimos perdão um para o outro. E eu sempre orei muito por crescimento nesta área de minha vida. Tinha consciência que eu precisava crescer como esposa, trata-lo com bondade, respeito, amor e deixá-lo me discipular em varias áreas de minha vida, inclusive na área financeira e social.  Com a maternidade minha oração se intensificou, queria ser uma boa esposa e mãe, segundo o coração de Deus, mas sabia que sem Ele, eu não ia conseguir, já que não tive bons referenciais de mãe e esposa em minha família. E acreditem, muito do que nós somos tem haver com nossa identidade familiar.

 Um dia eu tinha discutido com meu esposo, e naquele dia eu não conseguir dormir e comecei a questionar meu relacionamento com Deus, porque eu não mudava? Por que muitas vezes até de maneira inconsciente eu o desrespeitava? Parecia que Deus não estava ouvindo minhas orações. Por que ainda não éramos tão cúmplices e unidos como eu desejava? Até mesmo em nossas opiniões de criar nossos filhos. “Senhor me ajude, eu preciso do Senhor!”.  Chorei e chorei. Derramei meu coração para o Senhor.
Após esse período de questionamentos e confronto com meu coração, resolvi ler ou assistir algo para acalmar minhas emoções. Foi quando assisti um vídeo sobre casamento, que para mim veio como resposta de meus questionamentos.
Fui à palavra de Deus em Tito 2:5, e entendi que eu difamo a palavra de Deus em frente meus filhos e meu marido quando eu não prático o que a Bíblia ensina como esposa. Meu relacionamento com Deus está interligado com a maneira que trato meu marido. Eu sempre preservei meu relacionamento com Deus, e tudo que fere minha comunhão com Deus eu quero mudar.
Era como se Deus estivesse me chamando para uma proximidade maior com Ele.

A partir deste dia Deus começou um processo de quebrantamento e restauração em meu coração. Pedi perdão a Deus e ao meu esposo. Foi maravilhoso perceber uma alegria nascer, juntamente com uma união,  e uma luz em nosso relacionamento conjugal. Com tudo isso vieram as decisões de tratar meu marido com respeito e amor, como autoridade máxima em minha vida, um entendimento maior do que ele representa em meu relacionamento com Deus, e em minha vida, independente dele para comigo. Posso testemunhar os frutos dessas decisões. 
Segue o vídeo que assisti naquela noite.

Abraços fraternos,
Francis Paduan




7 comentários :

Alessandra Shoyama disse...

Que belíssima reflexão, amiga!!

Aprendo a cada dia com você... Obrigada por compartilhar tantas riquezas, tantas experiencias!

Te amo!

Bj

Jane disse...

Fico feliz por voces!
Acho que sou a tola que destroi o lar. Sempre pedi a Deus um companheiro que me amasse, constituisse uma familia comigo, etc. Deus me ouviu, hoje tenho meu filho, mas nao uma familia. Enfim, dizem que Deus sabe o melhor para nós, sinceramente espero que sim. mesmo que ainda não tenha entendido o proposito.

Mais Feminina disse...

Nossa que video maravilhoso, entendi coisas preciosas e não so para com o meu esposo mas sim com as pessoas, que bom amiga que vc colocou este video em seu blog para abençoar tantas vidas. obrigada o blog é 10. bjus e bom fim de semana.

Denise Malafaia Cerqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denise Malafaia Cerqueira disse...

Olá, querida!
Que bom ler este depoimento seu tendo como base a palavra de Salomão sobre uma mulher sábia e tola.
Estive orando muitas vezes por você e, como sempre, a vejo percorrendo o caminho exato da sabedoria, de quem tem um coração quebrantado e contrito.
É isso ai, a edificação da família, começa pelo coração quebrantado e contrito da mulher que busca restaurar os altares da sua casa.
Tenho muito prazer em te conhecer e saber que, você pede, busca e bate, então, com certeza a porta se abrirá, porque a um coração quebrantado o Senhor não despreza.
Bjs e paz, amada!

claudia dourado disse...

Olá, querida!
Agradeço por compartilhar sua vida no blog..isso me inspira muito. Tenho descoberto a cada dia o quanto precisamos ser transparentes com Deus e com nossa família...A sinceridade e a submissão precisa ser nossas armas constantes para combater nossos corações e agradar ao nosso Deus. uma escritura que me ajuda muito a pensar nisso é prov.31. é a imagem da mulher perfeita que o objetivo principal é agradar a deus.bjus e obg

Maria Desie disse...

Obrigada por compartilhar. Que poderoso:podemos refletir e mudar! Faz 11 anos que sou casada e cada dia é um recomeço. Com Deus é assim,não desistimos; recomeçamos sempre.
Um abraço,
Maria Desie

Postar um comentário